"*RÁDIO SOTELO*"

quinta-feira, 1 de maio de 2014

ROMANOS 1

CPT - Centro de Produções Técnicas
 ROMANOS 1v 24


24 Por isso Deus os entregou à impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos dos seus corações, para a degradação dos seus corpos entre si. 25 Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém.
 26 Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. 27 Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.

 28 Além do mais, visto que desprezaram o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam. 29 Tornaram-se cheios de toda sorte de injustiça, maldade, ganância e depravação. Estão cheios de inveja, homicídio, rivalidades, engano e malícia. São bisbilhoteiros, 30 caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes e presunçosos; inventam maneiras de praticar o mal; desobedecem a seus pais; 31 são insensatos, desleais, sem amor pela família, implacáveis. 32 Embora conheçam o justo decreto de Deus, de que as pessoas que praticam tais coisas merecem a morte, não somente continuam a praticá-las, mas também aprovam aqueles que as praticam.
O apóstolo começa a mostrar que toda a humanidade necessita a salvação do evangelho, porque ninguém pode obter o favor de Deus ou escapar de sua ira por meio de suas próprias obras. Porque nenhum homem pode alegar que tem cumprido todas suas obrigações para com Deus e o próximo, nem tampouco pode dizer sinceramente que tem agido plenamente sobre a base da luz que lhe foi outorgada. A concupiscência do homem é entendida como iniqüidade contra as leis da primeira tábua, e injustiça contra às da segunda. A causa de essa libidinagem é deter com injustiça a verdade. Todos fazem mais ou menos o que sabem que é errado, e omitem o que sabem que é bom, de modo que ninguém pode permitir alegar ignorância. O poder invisível de nosso Criador e a Deidade está tão claramente manifestado nas obras que tem feito que até os idólatras e os gentios ruins ficaram sem escusa. Seguiram tolamente a idolatria e as criaturas racionais trocaram a adoração do Criador glorioso por animais, répteis e imagens sem sentido. Afastaram-se de Deus até perder todo vestígio da verdadeira religião, se não tivesse sido impedido pela revelação do Evangelho. Porque os fatos são inegáveis, quaisquer sejam os pretextos apresentados Enquanto à suficiência da razão humana para descobrir a verdade divina e a obrigação moral ou para governar bem a conduta. Estes mostram simplesmente que os homens desonraram a Deus com as idolatrias e superstições mais absurdas e que se degradaram a si mesmos com os afetos mais vis e as obras mais abomináveis. CPT - Centro de Produções Técnicas