"*RÁDIO SOTELO*"

quarta-feira, 30 de abril de 2014

APOCALIPSE 9v6

 6 Naqueles dias os homens procurarão a morte, mas não a encontrarão; desejarão morrer, mas a morte fugirá deles.

Ao soar a quinta trombeta, caiu uma estrela do céu à terra. Tendo cessado de ser um ministro de Cristo, o que está representado por esta estrela se torna ministro do diabo; e solta as potestades do inferno contra as igrejas de Cristo. Ao abri-se o abismo sem fundo, sai dali muita fumaça. O diabo executa seus desígnios cegando os olhos dos homens, apagando a luz e o conhecimento, e fomentando a ignorância e o erro. Desta fumaça sai um exército de gafanhotos, símbolo dos agentes do diabo que fomentam a superstição, a idolatria, o erro e a crueldade. As árvores e a erva, e os crentes verdadeiros, sejam novos ou mais avançados, serão intocáveis. Porém um veneno e infecção secretos da alma devem roubar a muitos outros a pureza e, depois, a paz. Os gafanhotos não tinham poder para ferir os que tinham o selo de Deus. A graça distintiva de todo-poderosa de Deus resguardará seu povo da apostasia total e final. O poder está limitado a uma curta temporada, porém será muito agudo. Em tais acontecimentos os fiéis partilham a calamidade comum, mas estarão a salvo da pestilência do erro. Da Escritura sabemos que tais erros estavam ali provando e examinando aos cristãos (1 Co 11.19). Os primeiros escritores referem-se a isso como a primeira grande hoste de corruptores que se disseminaram pela igreja cristã.