"*RÁDIO SOTELO*"

domingo, 6 de janeiro de 2013


A VONTADE DE DEUS NA VIDA DA HUMMANIDADE
Muitas vezes nós cristãos, pedimos coisas pequenas para Deus e quando não conseguimos ficamos muito tristes. Mas, o que esperar de Deus? Com o que devemos nos preocupar? Como o homem deve agir para não perder as bênçãos de Deus? Quais são as limitações do homem? Leia este estudo bíblico para entender um pouco mais sobre estas e outras questões.

Capítulo 1 – Deus é Organizado

Vamos ler em nossas Bíblias, o livro de Gênesis, capítulo número 1 a partir do versículo número 1.
No princípio, criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
E disse Deus: Haja luz, e houve luz. E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas. E Deus chamou à luz Dia; e às trevas Noite. E foi a tarde e a manhã: o dia primeiro.
E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão. E assim foi. E chamou Deus à expansão Céus; e foi a tarde e a manhã: o dia segundo. E chamou à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas Mares. E viu Deus que era bom.
E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nela sobre a terra. E assim foi. E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie e árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom. E foi a tarde e a manhã: o dia terceiro.
E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite, e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para alumiar a terra. E assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus o pôs na expansão dos céus para alumiar a terra, e para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas. E viu Deus que era bom. E foi a tarde e a manhã: o dia quarto.
E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus. E Deus criou as grandes baleias, e todo réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies, e toda ave de asas conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom. E Deus os abençoou, dizendo: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra. E foi a tarde e a manhã: o dia quinto.
Até o momento lemos do versículo 1 até o versículo 23 e já temos muitas lições da parte de Deus para os nossos corações.
Primeiramente, vemos como Deus criou o mundo, o universo, e todas as coisas que existem. Como vemos, Deus é tão perfeito que Ele pessoalmente cuidou de todos os detalhes antes de ter criado o homem e colocado aqui na terra. Sim! Deus é o Todo Poderoso e também o Deus Todo Organizado. A Palavra de Deus está nos ensinando que antes de nós fazermos qualquer coisa, seja qual for o plano que temos em nossos corações, nos organizar e ver se realmente o que nós formos fazer é realmente de Deus. Pois o diabo está ao nosso derredor sempre procurando uma brecha para entrar e se nós fazermos tudo o que dar em nossa mente, certamente iremos sofrer muito. Mas como é que iremos sempre acertar em todas as decisões? É simples! Nos somos feito criatura de Deus e além de criatura somos Filhos de Deus (por meio de Jesus Cristo) e por sermos filhos de Deus, nós temos total liberdade para perguntar para nosso Pai se o que estamos fazendo é realmente a vontade dele.
Como vimos, o Senhor Deus, antes de criar os animais, ele cuidou com todo o zelo de criar e preparar a terra para as outras criações Dele. Deus sabe que nós não somos nada mais do que pó e para que nós possamos entrar para a terra, temos que ter um chão para pisar, temos que ter alimentos para nosso corpo, etc.
Será que Deus, sendo o Todo Poderoso, não podia nos criar assim que ele fez a Terra sem forma e vazia? Sim. Ele podia pelo seu poder, mais pelo seu caráter, não podia, pois Deus é O Deus de Amor. Veremos em outra lição que Deus achou todas as suas criações boas, mais apenas quando criou o homem, Ele achou muito bom! Resumindo, Ele sabe o que faz, quando faz, como faz, porque faz, etc.
Deus, sendo Deus poderia até criar o homem e depois criar todas as outras coisas. Como também ele poderia criar o homem sendo totalmente perfeito. Mas Deus sendo totalmente sábio, não o fez pelo fato de Ele querer oferecer sempre o melhor para nós.
Até agora nós vimos como Deus gosta de trabalhar. Agora vamos ver como o homem deve agir para que não perca bênçãos.

Capítulo 2 – O agir do homem sábio

Sabemos que o verdadeiro desejo de Deus é que nós, seres humanos (homem e mulher), possamos viver bem junto de Deus e os anjos no paraíso por toda a eternidade. Então já sabemos que o agir do homem sábio é justamente buscar comunhão com Deus a fim de quando chegar o dia de nossa morte aqui na terra, nós subirmos para com Deus e nunca mais passar por sofrimentos, injustiças, misérias e enfim todo o pecado não terá mais nem como chegar perto de nós, pois diz a Bíblia que onde Deus mora não entra o pecado.
Mas como iremos agir dessa forma? Como iremos buscar a Deus e Deus irá se revelar para nós?
Assim como a Salvação é simples, essa pergunta é muito simples de ser respondida. A Palavra de Deus diz em I Timóteo capítulo 1 e versículo 5:
“Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida".
Como vimos acima, basta apenas nós termos um coração puro para com Deus, de uma forma que nós mesmos não consigamos nos aproximar do pecado por nossa livre e espontânea vontade. O que quer dizer com “não consigamos nos aproximar do pecado”? A santidade humana (que é bem diferente da Santidade Divina) se baseia em querer sempre fazer o bem para o próximo, sabendo que nem sempre é fazer as vontades do próximo. Prestemos muita atenção na diferença entre “Querer fazer o Bem” e “Querer fazer a vontade do próximo”.
Fazer o bem é realmente saber das necessidades básicas do próximo e o ajudar com nossos recursos materiais ou então os nossos recursos espirituais (através da oração e da pregação da Palavra). Infelizmente muitos crentes, tem o costume de pedir, pedir e pedir favores (mesmo desnecessários) a outros crentes apenas pelo fato de a pessoa ser “boazinha”. Isso é contra a Palavra de Deus. Tomemos cuidado com isso. Antes de pedirmos algo a algum irmão, primeiro fazemos um exame de consciência e de necessidade para saber se realmente é bom que eu peça, sabendo que se for realmente a vontade de Deus, a outra pessoa já irá saber (sentir), pois o próprio Deus irá mostrar.
Como vimos no capítulo 1, Deus fez todo o necessário para que nós pudéssemos sobreviver aqui na terra. Detalhe, Deus não deixou tudo prontinho de “mão beijada” para nós apenas desfrutarmos. Pois o próprio Deus falou que a ocupação do Homem seria o de lavrar e cuidar da terra. Até na verdade, Deus não falou que as plantas já estavam cultivadas, e sim Ele criou as plantas e assim que Ele enviasse a chuva sobre a terra, naturalmente as sementes (criadas por Deus) iriam brotar e assim crescer para que o Homem a cultivasse.
Como vimos então, nós antes de pedirmos alguma ajuda a alguém, primeiro temos que ver se nós não podemos fazer, mesmo tendo a necessidade de se esforçar um pouco. Apenas quando não podemos realizar algo é que nós devemos pedir ajuda. Pois antes de tudo nós somos dependentes de Deus.
Outra forma de sabermos como agir com sabedoria é a seguinte. Assim como Deus criou a Terra em seus pormenores, e cuidou de todos os detalhes, nós também temos que cuidar de todos os nossos detalhes. Como assim? Se Deus tem dado a você um emprego, não queira você viver na igreja e deixar o emprego para depois, pois certamente irá perder o emprego e pior do que isso é dar um mau testemunho as outras pessoas. Antes a pessoa ore em seu emprego, depois em sua casa, e busque a Deus como todo o seu coração, pois diz a Palavra de Deus que o Senhor não habita em templos construídos por mão de homens e sim no templo criado por Deus que é o corpo humano, mais precisamente em seu coração que é seu espírito (no sentido bíblico).
Logicamente que devemos ter uma certa frequência na Igreja, pelo fato de lá nós estarmos juntos dos irmãos, unidos na mesma fé e principalmente iremos aprender ainda mais a Palavra de Deus. Caso aconteça de no emprego atual, impossibilitar de você ir na igreja, ore a Deus, pois certamente Satanás está armando um laço para tirar você dos caminhos do Senhor.
Mas infelizmente, existem muitos cristãos que, pelo fato de ser cristão, quer viver na Igreja e esquecer do resto de suas responsabilidades. Isso também não tem base na bíblia e só vai trazer problemas para a sua vida material e principalmente para a sua vida espiritual. Vamos cuidar de todos os nossos pormenores, os nossos detalhes a fim deglorificar a Deus em todos os nossos atos.
Da mesma forma se Deus tem dado a você uma família com mulher (ou marido), filhos, etc, para cuidar. Lá no livro de I Timóteo no capítulo 5 e versículo 8 diz:
“Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel.”
Vemos então que é necessário que nós cuidemos primeiro da nossa casa, nossa família, nosso emprego e das bênçãos que Deus já nos deu para que o Senhor possa nos colocar em uma posição mais alta. Depois sim nós podemos ajudar as outras pessoas. Deus nunca vai mandar alguém ajudar outra pessoa, sendo que esse favor possa prejudicar a sua própria família. Lembre-se... Deus é organizado, sábio, poderoso e Ele quer te abençoar de todas as formas, basta nós estarmos prontos para ser abençoados. Antes de tudo, sempre temos que fazer uma reflexão e ver se realmente estamos de acordo com a Palavra do Senhor.
Disse Jesus lá no livro de Mateus, capítulo 6 e versículo 5 assim:
“E, quando orares, não seja como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.”
Infelizmente nós conhecemos muitos crentes que gostam de orar apenas na Igreja e deixar de falar com Deus em sua casa, no seu trabalho, no seu descanso e automaticamente toda a sua vida está totalmente descontrolada, desorganizada, tudo de cabeça para baixo e ainda acha que é provação de Deus. Logicamente Deus nos prova a fim de que nossa fé seja sempre aumentada.
Mas nós temos que saber a diferença entre prova e luta. A prova vem quando Deus quer nos abençoar e sabendo nós que estamos fazendo tudo certinho em nossa vida, mesmo assim vem alguns obstáculos. A luta vem quando achamos que estamos fazendo tudo certo e na verdade nada está certo e automaticamente nós adquirimos uma luta por falta de vigilância.
Para saber se tudo está certo em sua vida e ter a certeza se é prova ou luta, basta nós refletirmos: minha família está abençoada, com filhos obedientes, esposa obediente ao marido e marido que realmente ame sua esposa e filhos, está tendo oração na nossa casa com a nossa família, em nosso emprego estamos atuando com a máxima responsabilidade, estamos tratando bem as pessoas, estamos desempenhando o melhor serviço que podemos fazer, etc.
Quando todos esses detalhes de nossa vida está com “saldo positivo” e mesmo assim vem provação, adversidades, aí sim podemos ter a certeza que Deus está enviando bênçãos sem medida para nós, por mais que possa demorar a provação, mas com certeza, virá o melhor de Deus. Lembrando também que nós temos o poder de Deus para destruir toda obra de Satanás. Até nas provas, que são os nossos dias maus, nós temos a autoridade do nome de Jesus Cristo, através da Palavra de Deus para mandar o mau embora.
Logicamente, tudo tem o seu tempo determinado, basta nós orarmos com a Fé genuína e ficar firmes confiantes. Mas caso nesses detalhes de nossa vida estiver com o “Saldo Negativo” nós temos que com a máxima urgência providenciar o concerto para que a Luta seja terminada. Primeiro temos que buscar a Deus em nossa casa, pedindo ao Senhor a Sua Misericórdia e a Sua Graça para que nós possamos realmente mudar a nossa vida. Lembrando que isso é independente da posição no ministério, pois diz a bíblia sagrada que o obreiro deve ser Irrepreensível, ele deve governar primeiro bem a sua casa para que depois possa governar bem um ministério.

Capítulo 3 – A Perfeição de Deus

Até aqui, nós já aprendemos muito sobre a vida real do verdadeiro cristão. Agora vamos aprender um pouco mais sobre a perfeição de Deus. Logicamente este capítulo vai nos deixar com a fé mais forte e saberemos o que realmente Deus quer para a nossa vida.
Vamos estudar agora o Salmo 50 do versículo 1 ao 5. Lemos:
O Deus poderoso, o Senhor, falou e chamou a terra desde o nascimento do sol até ao seu ocaso.
Desde Sião, a perfeição da formosura, resplandeceu Deus.
Virá o nosso Deus e não se calará; adiante dele um fogo irá consumindo, e haverá grande tormenta ao redor dele.
Do alto,chamará os céus e a terra, para julgar o seu povo. Congregai os meus santos, aqueles que fizeram comigo um concerto com sacrifícios.
No versículo 2, lemos que a perfeição da formosura, resplandeceu Deus. Quando lemos que a formosura de Deus é perfeita, não quer dizer que apenas a face Dele é perfeita. Mas tudo nEle é perfeito. Desde, da formusura da sua face, seu caráter, sua forma de agir, seu amor, e enfim, tudo o que se relaciona ao Deus Todo Poderoso é perfeito!
Muitas vezes nós cristãos, pedimos coisas pequenas para Deus e quando não conseguimos ficamos muito tristes. Saibam meus irmãos, que por mais que nós pedimos 100 carros importados do ano para Deus, isso não passa de uma coisa pequena. Deus quer nos dar além de tudo isso. Basta nós pedirmos providência divina, para que não falte o pão de cada dia, e tendo uma vida completamente voltada à Deus, o Senhor irá nos dar todas as outras coisas.
Deus não quer que nós nos preocupamos com coisas pequenas. Ele quer nos dar algo muito maior que ninguém de toda a face da terra merece, que é a Salvação.
Isso mesmo, ninguém merece o que Deus quer nos dar. Mais como Deus é perfeito, a misericórdia e a graça dEle nos envolve de tal forma que "Ele nos deu o seu Filho Unigênito, Jesus Cristo, para que todo aquele que nEle Crê, não pereça mais tenha a vida Eterna", como está escrito no livro de João, capítulo 3 e versículo 16.
O Senhor não quer que nós sejamos pidões de bênçãos materiais, obviamente que nós precisamos, mas o Senhor quer que nós pedimos simplesmente a sua graça, pois diz o Senhor ao Apóstolo Paulo que “a minha graça te basta”.
Agora se nós conhecemos um Deus que é perfeito, basta nós pedirmos o que é perfeito. Por mais que os carros sejam ótimos, estão muito longes da perfeição.
Por mais que o “dinheiro inacabável” pode ser muito bom (sabendo utilizar), está completamente longe da perfeição.
Agora vamos conhecer um dos desejos perfeitos que Deus quer que nós pedimos. Vamos abrir a nossa bíblia no livro de Salmo, capítulo 51 e versículo 10. Diz assim:
“Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.”
Isso mesmo, é simples como é simples receber a salvação. Basta nós pedirmos ao Deus Todo Poderoso para que crie em nós um coração puro, para que nós não caiamos em vaidades, pecados, e toda a abominação.
Como vimos acima no versículo 5 do capitulo 50 de Salmos, todo aquele que fizer um concerto com o Senhor Deus, vai congregar (morar) com Ele.
Também diz o Senhor Jesus Cristo, que nós não devamos estar apreensivos quanto ao comer, o vestir, o beber, basta nós confiarmos em nosso Deus que tudo o mais Ele fará.
Em Mateus, capítulo 6 e versículo 33 diz:
“Mais, buscai primeiro o reino de Deus, e a Sua Justiça, e todas estas coisas serão acrescentadas.”
Então já está dito, vamos glorificar o nosso Deus em tudo, também em nossas petições e assim teremos muito mais do que pensamos ou pedimos.
Para finalizar este capítulo, vamos entender outra coisa. Diz a palavra do Senhor, que nós devemos comer do melhor desta terra. Vamos agora estudar o livro de II Crônicas, no capítulo número 1 e versículos 10 a 12. Lemos:
"Dá-me, pois, agora, sabedoria e conhecimento, para que possa sair e entrar perante este povo; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo?
Então, Deus disse a Salomão: Porquanto houve isso no teu coração, e não pediste riquezas, fazenda ou honra, nem a morte dos que te aborrecem, nem tampouco pediste muitos dias de vida, mas pediste para ti sabedoria e conhecimento, para poderes julgar a meu povo, sobre o qual te pus rei, sabedoria e conhecimento te são dados; e te darei riquezas, e fazenda, e honra, qual nenhum rei antes de ti teve, e depois de ti tal não haverá."
Como vimos, temos que ser sábios até no pedir. Deus, muito antes de nós pedirmos, conhece o nosso coração e sabe do que vamos pedir, e sabe também se nós estaremos pedindo com sinceridade ou se na nossa boca está diferente de nosso coração. Meus irmãos, vamos realmente nos converter ao Senhor Deus Todo Poderoso. Vamos pedir ao Pai um coração puro e reto, vamos buscar a sabedoria de Salomão. Vamos realmente pedir para o Pai os frutos do Espírito (escrito em Gálatas capítulo 5 e versículo 22) e os dons de Deus (escrito em Isaías capítulo 11 e versículo 2).

Capítulo 4 – A Limitação do Homem

Até o momento, em nosso estudo, vimos como Deus age, pensa, nos abençoa, como nós devemos agir, e agora iremos saber como nós somos completamente limitados.
Diz um certo ditado popular, que “Deus sem nós, é Deus e nós sem Deus, não somos nada!”. Isso é a mais pura verdade. Deus é Pai e quer que seus filhos vivam junto dEle, assim como nós, que temos nossos filhos, também gostamos que nossos filhos vivam junto de nós. Mas o amor de Deus é algo sem limites. Por isso que a Bíblia nos ensina que Deus deu o Seu Filho Unigênito para morrer por nós. Isso mesmo, Jesus foi o sacrifício para que todo o pecado fosse pago e apagado. Em um outro ensino, iremos aprender mais sobre esse maravilhoso assunto.
O homem é limitado por sua natureza. Lá no Salmo 139 (versículos 1 ao 7), diz:
“Senhor, tu me sondaste e me conheces.
Tu conheces o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.
Cercas o meu andar e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.
Sem que haja uma palavra na minha língua, eis que, ó Senhor, tudo conheces.
Tu me cercaste em volta e puseste sobre mim a tua mão.
Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta, que não a posso atingir.
Para onde me irei do teu Espírito ou para onde fugirei da tua face?"
Até agora, no versículo 7, vemos a total dependência de Deus para nossa vida. Não adianta nós tentarmos bolar planos, estudar pensamentos, enganar, passar a perna em alguém, se fazer de coitadinho para ganhar uma migalha do irmão, pois Deus está nos vendo e Ele sabe que Ele é a nossa total dependência.
Todos aqueles que tentam fazer o errado e pensam que não dependem de Deus, automaticamente tem suas vidas totalmente destruídas. As vezes a pessoa pode ter muito dinheiro, mais está cheia de doenças, problemas sérios na família, e nunca consegue aproveitar o que conseguiu com suas astúcias. Ou também, a pessoa pode não ter dinheiro para nada e quanto mais tenta fazer o errado, mais se afunda e ainda acha que está se ajudando.
Quando a pessoa realmente se humilha na presença do Senhor, e reconhece que sem Deus ele não é nada, o Senhor começa a abençoar essa pessoa. Logicamente da forma que Deus gosta de trabalhar. Como vimos no começo deste estudo, Deus começa pelos menores pormenores, menores detalhes. Os detalhes que Deus começa a mexer, se encontra no livro de Jeremias, capitulo de número 18, versículos 1 ao 6. Vamos ler para aprender? Lemos:
“A Palavra do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo:
Levanta-te e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras.
E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas.
Como o vaso que ele fazia de barro se quebrou na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos seus olhos fazer.
Então, veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:
Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel?
- diz o Senhor, eis que como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.”
Quando uma pessoa volta para Cristo Jesus, ou aceita a Jesus como seu único e suficiente Salvador, o Senhor começa a fazer o vaso, sempre pela base. Como qualquer pedreiro que sempre começa a sua obra pelo alicerce, o Senhor sempre começa a trabalhar no coração. Começa a quebrar, amassar, transformar o coração até que tenha força suficiente no barro para se erguer as paredes do mesmo. Por mais que possa doer, mas é esse o primeiro sinal do verdadeiro amor de Deus por nós. Diz a Palavra do Senhor que Ele repreende aquele a quem Ama. A repreensão é o primeiro ato de amor que Deus nos dá, para que nós aprendamos a viver com Ele e ter uma vida regalada de bênçãos e principalmente ter a certeza da salvação eterna.
Assim nós sabemos como Deus é Perfeito e como o homem é Limitado.
Que Deus sempre os abençoe, orem por todos, orem também por mim, para que deus possa continuar me usando na palavra para que todos nós possamos aprender com Cristo. Amém!!