"*RÁDIO SOTELO*"

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012


Santidade: uma linha tênue entre céu e inferno

Confesso pra vocês que ando chocada com esse mundo globalizado e "moderno" (do capeta), que a cada dia escancara mais o descaso da sociedade com valores tão importantes, como: caráter, pudor, princípios e tudo o mais que constitui um ser humano menos medíocre e abominável aos olhos do Criador (e com alguma condição de ser salvo, inclusive ¬¬). É só parar na frente de uma TV por 5 minutos e perceber claramente a inversão de valores que a mídia tem tentado (descaradamente) infiltrar nos lares. E o pior é que a maioria das pessoas tá comendo tudo com farinha, achando tudo lindo e maravilhoso. Mas, onde está a beleza na degradação da família e dos bons valores que a constituem, eu me pergunto?!? O.o

Vejamos alguns dos estilos de vida e costumes (podres, miseráveis e diabólicos) que "rolam" nas telinhas (e só retratam a realidade da nossa sociedade perdida) e tem contaminado com facilidade milhões de mentes fracas do século XXI:


“Rodízio de casais”: programações abordando poligamia (adultério, traição) como algo normal e aceitável, afinal estamos em pleno século XXI e tabu é coisa de gente velha e ultrapassada (ok, que seja então essa a denominação de todos que, assim como eu, pensam como gente decente e demonstram algum temor a Deus...); 

Homossexualismo: atualmente o tema é abordado como "opção sexual", mas de acordo com as Escrituras, é a condição de uma alma acorrentada pelo diabo em uma vida suja e abominável diante de Deus, que só atrai maldição e ira divina sobre tais indivíduos, como podemos ler em levítico cap.20, vers.13:  Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles; 


Relacionamentos promíscuos: tá pra lá de "normal" hoje em dia casais de namorados antecipando coisas que deveriam ficar para depois do casamento 
(vulgos "namoridos") – até no meio evangélico! Que vergonha... (será que eles não sabem que são um bando de "prostitutozinhos" diante de Deus, e que essa classe não herda o reino?? Cadê o pastor para doutrinar o rebanho, minha gente??) E detalhe: muitos sem, ao menos, ter "saído das fraldas" - ou você acha que casalzinho de ginásio e colegial que já tá "nessa vida" é maduro o suficiente pra chegar a um casamento? O que geralmente acontece, sabemos muito bem: o relacionamento (imaturo de adolescente) não dá certo, o casal se separa, cada um se envolve em outro(s) relacionamento(s) à la "marido e mulher" – porque depois que se acostuma com essa vida (podre) de "cachorro sem dono", dificilmente se abandona o vício – e no fim das contas, o que começou (erradíssimo) com prostituição promove-se a "adultério" (que bonito...imagine o "cheiro de enxofre" que uma criatura dessas não exala!). 

Templos de Deus (com "d" minúsculo)

Gente, na boa...sem condições de Deus habitar um "templo" (made in Paraguai) assim, hein? Pelo amor...nosso corpo pertence a Deus, nosso corpo é templo de Deus, portanto, não temos o mínimo direito de fazer com ele o que bem entendermos, contaminando-o a torto e a direito, e ainda achar que Deus vai continuar com a gente no meio de uma podridão assim, porque não vai!! Lembrem-se daquelas passagens bíblicas de Coríntios e Atos que eu mencionei no post "A verdadeira Igreja de Deus"

A naturalização do pecado
Toda essa "naturalização" do pecado e tantas outras coisas que se contrapõem às Escrituras atualmente tem um sentido muito claro: cumprimento das profecias bíblicas >> tempo do fim >> apostasia >> volta de Jesus >> arrebatamento!!! \0/
Por isso eu quero deixar aos amadinhos (que levam a sério sua salvação) uma mensagem de reflexão e alerta, através de duas passagens bíblicas que definem em poucas palavras quais tipos de pessoas não “entram” no céu de jeito nenhum - pois entre céu e inferno há uma linha tênue. Consequência da conversão a Jesus Cristo, caracteriza-se como a condição fundamental a todos que almejam garantir a salvação/vida eterna. Sabem do que estou falando?? Muito Simples: Santidade.

Sem santificação ninguém verá a Deus
Pois é...muitos não entendem mas, por mais que alguém creia em Jesus, seja batizado e frequente uma igreja, se ele não praticar a santificação em sua vida, seus cuidados religiosos são vãos, pois o céu é lugar de gente transformada, limpa de mãos (obras) e de coração, que vive pelo espírito e, portanto, mortifica as obras da carne, que são: adultério, prostituição, impureza, lascívia (sensualidade/sedução),idolatria, feitiçaria (crentes “praguejentos”, que oram para Deus “pesar” a mão nos outros ao invés de orar pelos inimigos, etc.), inimizades, porfias, emulações (competição, rivalidades), iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices (vulgos "pinguços"), glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus(Gálatas 5:19-21)

Tais versículos são 'repetidos' no último capítulo do livro de Apocalipse, que diz: Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas (não só carnais mas, principalmente, espirituais), e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira. (Apocalipse 22:15) Resumindo: é fundamental pôr em prática o que se aprende na fé, amadinhos! As doutrinas de Deus não estão lá na Bíblia de enfeite, não. Nossa salvação é inerente (= está atrelada) à nossa santificação diária, uma não existe (nem tem sentido) sem a outra. Portanto, segui (sempre) a paz com todos, e (principalmente) a santificação (diária), sem a qual ninguém verá o Senhor" (Hebreus 12:14) e apto estarás ao reino de Deus! \0/



Fiquem na paz, e lembrem-se sempre: o mundo é dos espertos, mas o céu pertence (somente) aos santos! (É nóis \0/)  
Deus abençoe!