"*RÁDIO SOTELO*"

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012


A lição da humildade e a balança da fé

Aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.- Filipenses 4:11-13.

Com essas palavras aprendemos com o apóstolo Paulo o real significado prático da fé bíblica do Novo Testamento. 

Não se trata mais de somente ser "cabeça", como no pacto do Antigo Testamento, mas aprender com o mestre a estar de bem com Deus e com a vida sempre, em todos os momentos da vida, independentemente do que ela nos reserve.

Saber receber com amor o que cada novo dia nos traz é um ato de sabedoria que revela o cristão em pleno domínio próprio. Um dos primeiros a demonstrar isso foi Jó, um dos mais famosos personagens bíblicos. Jó ficou famoso por sua "paciência". A longanimidade(= paciência)é um dos componentes que devem fazer parte do caráter do cristão transformado pela Palavra de Deus. No dia de sua maior aflição, quando perdeu bens e filhos, e seus amigos se tornaram adversários, nesse dia Jó não perdeu o senso do equilíbrio na fé e resumiu: o SENHOR o deu, e o SENHOR o tomou: bendito seja o nome do SENHOR. - Jó 1:21. Jó recebeu com humildade e mansidão todas as tragédias que se abateram sobre ele e, em momento algum, pecou contra Deus(Jó 1:22)

Deus pode dar, mas se quiser nos provar, pode tirar. Será que já aprendemos com o Evangelho a receber com amor esses reveses da vida? Ou será que glorificamos a Deus somente nos dias bons? Ou seremos de Deus somente se Ele nos cercar de todos os cuidados?

Grandes servos de Deus aprenderam a lição em algum ponto de suas vidas. E nós, quando vamos aprender a lição da humildade e ter o equilíbrio perfeito da fé que vence todas as coisas? Na balança da fé, tornaram-se heróis os que conseguiram manter o equilíbrio nos dias maus! Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes - Efésios 6:13 Praticando o ensino do Evangelho, você não peca contra Deus murmurando de sua má sorte e sai aprovado nas lutas cotidianas. Isso é estar revestido da armadura divina, couraça de proteção que nos garante a vitória em todas as batalhas da vida. Isso é estar de bem com Deus e com a vida. Sempre. Então, no dia da prosperidade goza do bem, mas no dia da adversidade considera; porque também Deus fez a este em oposição àquele, para que o homem nada descubra do que há de vir depois dele. - Eclesiastes 7:14
Esse é o equilíbrio cristão diante dos reveses da vida. Essa é a balança que sempre equilibra tudo, tanto o bem como o mal, pois tudo está diante dos olhos de Deus. No dia da alegria, comemore. Mas no dia da adversidade, Ore! -